A vida não é a mesma depois da Brigada do Mar

Durante a limpeza da costa de Grândola pela Brigada do Mar 2017:

— Ás vezes os estrangeiros isolam-se e ficam sozinhos parados olhar?!
— Sabes que isto é uma experiência de vida marcante. Vir sozinho para um país estrangeiro limpar uma praia, conhecer estas pessoas…

O russo nunca tinha visto o mar. Aquela moça disse que nunca tinha estado num sítio com tanto calor na vida. Ás vezes é preciso parar um pouco para conseguir a pessoa digerir ver isto tudo. Isto marca uma pessoa, sem dúvida .

A vida não é a mesma depois de conhecer as pessoas da Brigada do Mar.

Anúncios
Publicado em Activismo ambiental, Lixo marinho | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Vociferar indignação em vez de Acção: também já fomos assim

Durante a limpeza de Grândola com a Brigada do Mar estava eu a vociferar indignação:
– Porque são capazes de estar meia hora a queixarem-se do lixo e a distribuir culpas e não são capazes de apanhar uma garrafa da areia! Gastam mais energia a queixarem-se do que a fazerem qualquer coisa para ajudar!

Por detrás dos óculos escuros, chapéu, lenço, pólo e casaco com 40 graus ao sol devolveu um sorriso sincero e disse:
– Nós todos também já fomos assim…

Sorri também com o ridículo da minha figura e senti uma empatia por todos os alvos incertos da minha ira. E paz.

oBrigada

Publicado em Activismo ambiental, Lixo marinho | Etiquetas , , | Publicar um comentário

“Carta” aberta enviada à direcção das Eco-escolas acerca do plástico descartável

No dia 21 de março de 2018 foi enviada a mensagem abaixo para os contactos do programa Eco-escolas.

Se partilha a mesma questão, partilhem e questione também.

“Assunto: pedido de esclarecimento acerca de plástico descartável (carta aberta)

Excelentíssimos senhores da direção do programa eco-escolas,

Sou pai e acredito ser um cidadão com alguma consciência ecológica.

Gostaria de pedir a vossa ajuda para me esclarecerem a seguinte questão.

O plástico descartável é um dos principais flagelos ecológicos dos nossos tempos.
http://web.unep.org/unepmap/un-declares-war-ocean-plastic

É nosso dever educar as crianças, para que no futuro existam hábitos mais sustentáveis nas nossas sociedades.

É fundamental educar para reduzir a quantidade de lixo, reutilizar os produtos, e no caso das medidas anteriores falharem, reciclar os resíduos produzidos.

No entanto, desde tenra idade que as nossas crianças são incitadas nas instituições de ensino a utilizarem plástico descartável. Mesmo nas chamadas eco-escolas.

Em casa, ensino as minhas filhas a beberem água da torneira em copos de vidro e a apanharem lixo da praia. Na eco-escola bebem água engarrafada, usam copos, garrafas, palhinhas de plástico descartável e lançam balões.

Que sentido faz esta incoerência?

Despeço-me com os melhores cumprimentos, aguardando resposta.

P.S. Esta mensagem aberta será publicada no site TaraRecuperavel.org e se o desejarem também teremos todo o gosto em publicar a vossa resposta.


/Daniel Gomes
http://TaraRecuperavel.org: descartável não é Sustentável!”
Publicado em Activismo ambiental, Balões, Copos de plástico, Descartável, Divulgação, Garrafas de plástico, Reciclagem, Resíduos, Tara Recuperável | Etiquetas , | Publicar um comentário

Plástico descartável nas Eco-escolas? Desabafo de um pai…

O plástico descartável é um dos principais flagelos ecológicos dos nossos tempos.

É nosso dever educar as crianças, para que no futuro existam hábitos mais sustentáveis nas nossas sociedades.

É fundamental educar para reduzir a quantidade de lixo, reutilizar os produtos, e no caso das medidas anteriores falharem, reciclar os resíduos produzidos.

No entanto, desde tenra idade que as nossas crianças são incitadas nas instituições de ensino a utilizarem plástico descartável. Mesmo nas chamadas eco-escolas.

Em casa, ensino as minhas filhas a beberem água da torneira em copos de vidro e a apanharem lixo da praia. Na eco-escola bebem água engarrafada, usam copos, garrafas, palhinhas de plástico descartável e largam balões.

Que sentido faz esta incoerência?

Publicado em Activismo ambiental, Balões, Copos de plástico, Descartável, Garrafas de plástico, Lixo marinho, Reciclagem, Resíduos, Sacos de plástico | Etiquetas , | Publicar um comentário

Tara Recuperável: atribuir valor monetário aos resíduos sólidos para uma Economia Circular

Cada pessoa age de acordo com os seus valores, sejam políticos, morais ou ecológicos.

Mas a Humanidade teve de inventar um valor que todas as pessoas partilhassem para gerir as economias. Foi assim inventado o valor monetário, o dinheiro.

Nas sociedades actuais, o dinheiro é valorizado independentemente de estrato social, nível académico ou consciência ambiental.

O dinheiro circula e ninguém o atira para o chão.

Então qual será a solução para valorizar os resíduos sólidos e atingir uma economia circular?

Publicado em Activismo ambiental, Copos de plástico, Descartável, Divulgação, Garrafas de plástico, Lixo marinho, Reciclagem, Resíduos, Sacos de plástico, Tara Recuperável | 1 Comentário

Sabia que Beata também é Lixo? – autocolantes de sensibilização

Este slideshow necessita de JavaScript.

Já alguma vez observou o chão por onde passa?
Seja na rua, na praia ou na floresta?

Encontrou muitas BEATAS? Sabia que são tóxicas?

Incomodou-o?

Tem coragem de agir para ajudar a resolver este problema sócio-ambiental?

Então, um pequeno gesto seu pode fazer a diferença!

Como agir?

Um local de cada vez, um autocolante, uma foto

  1. Peça-nos autocolantes gratuitos.
  2. Cole um autocolante num local onde encontra muitas beatas ou em caixotes do lixo.
  3. Partilhe uma foto da sua ação com a Hashtag #BeataNoLixo ou envie para página do TaraRecuperavel.org.

Aceite este desafio e mude o mundo que o rodeia!

Quem lhe agradece?! Será sempre o nosso Planeta, a nossa Casa.

Não basta olhar um problema de fora e apontar o que está mal!
Isto é muito, muito fácil. Difícil é encontrar soluções.

Mais difícil ainda é percebermos que a responsabilidade está em cada um de nós e que cada um de nós tem um poder de acção. Este poder desperta quando sentimos na pele e nas entranhas um problema do mundo em que vivemos.

Nem todos nascemos para ser activistas todos os dias, mas por um dia, todos o podemos ser.

Autocolantes para download e edição

Autocolantes

Outros materiais de sensibilização

Publicado em Activismo ambiental, Beatas de cigarro, Resíduos | Publicar um comentário

Mensagem enviada à candidatura de Assunção Cristas a Lisboa

Bom dia,

Li este artigo:

“Como evitar copos espalhados pelas ruas de Lisboa? Com uma caução, diz Cristas”
http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/como-evitar-copos-espalhados-pelas-ruas-de-lisboa-com-uma-caucao-diz-cristas

Gostaria de felicitar pela proposta de solução para endereçar o grave problema do lixo em Lisboa.

Acerca deste assunto gostaria de dar a conhecer o movimento cívico que iniciei: https://tararecuperavel.org/

Acredito que o documento seguinte conterá informação que lhes poderá ser útil: https://tararecuperavel.org/manifesto/

Sintam-se à vontade para reutilizar toda a informação que considerarem pertinente.

Gostaria apenas de salientar, que além do problema dos copos, a cidade de Lisboa encontra-se fortemente poluída com garrafas, latas e sacos de plástico.

Acredito que a solução da caução (ou tara) também seria aplicável com bons resultados (tal como aconteceu noutras cidades europeias).

Obrigado pela atenção.

Cumprimentos.


/Daniel Gomes
http://TaraRecuperavel.org: descartável não é Sustentável!

 

Mensagem enviada no dia 24/8/2017 através do formulário do site da candidatura e no no dia 28/8/2017 através do email geral@nossalisboa2017.pt.

Publicado em Activismo ambiental, Copos de plástico, Descartável, Garrafas de plástico, Resíduos, Sacos de plástico | Etiquetas | Publicar um comentário

Continente online continua a usar sacos leves

A Lei diz  que sacos leves “com alças, com espessura de parede igual ou inferior a 50 μm” pagam uma contribuição.

Solução do Continente: cortam-se as asas aos sacos.

Leis com buracos + Inconsciência ambiental = Poluição

E se em vez de uma taxa, existisse uma tara recuperável para TODOS os sacos?

Publicado em Activismo ambiental, Descartável, Resíduos, Sacos de plástico | Etiquetas , | Publicar um comentário

Porque NÃO uso sacos de plástico descartáveis para os vegetais

Não me fazem falta mais sacos a ocuparem-me espaço em casa.

Guardar os vegetais em múltiplos sacos quando os compro, faz-me perder tempo.

Tirar os vegetais dos sacos quando chego a casa, faz-me perder tempo.

Não consigo abrir os sacos quando saem do rolo, faz-me perder tempo.

Em casa, junto os vegetais todos no mesmo compartimento do frigorífico, ou na fruteira, por isso não vejo razão para trazê-los em sacos separados. Faz-me perder tempo.

Ir pô-los na reciclagem, faz-me perder tempo.

Não gosto de perder tempo.

Não há sacos gratuitos. Não preciso que os comerciantes tenham o custo de comprá-los, para depois mos cobrarem nos preços dos produtos.

Os pequenos comerciantes que gerem os seus negócios, agradecem o dinheiro que lhes poupo em sacos.

Os sacos são de fraca qualidade e muitas vezes rasgam-se. Os vegetais esborracham-se no chão. Faz-me perder dinheiro.

Os vegetais guardados dentro dos sacos de plástico degradam-se mais rapidamente. Faz-me perder dinheiro.

Não gosto de perder dinheiro.

A fruta já vem naturalmente embalada. Chama-se casca e foi suficiente para transportá-la desde a árvore até ao supermercado.

Todos os sacos de plástico são perigosos poluentes. Com asa ou sem asa. Pagos ou “gratuitos”.

A praia tem sempre sacos destes na areia.

Os sacos descartáveis são assassinos no mar. O que acontece aos sacos depois de utilizá-los está fora do meu controlo. A única maneira de não ter sacos meus no mar, é não utilizá-los.

No mar, encontro sempre sacos destes a flutuar.

Se precisasse mesmo dos sacos para os vegetais, utilizaria sacos reutilizáveis.

Eu utilizo sacos grandes reutilizáveis por consciência ambiental. Utilizar sacos descartáveis para os vegetais seria um absurdo.

Tento não ser absurdo.

E você, precisa mesmo de USAR TANTOS sacos de plástico descartáveis para transportar os seus vegetais?

Publicado em Activismo ambiental, Lixo marinho, Resíduos, Sacos de plástico | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Campanha de sensibilização e recolha de beatas nas praias de Gondomar

Sabia que as beatas de cigarro são o lixo mais encontrado nas nossas praias?

Atenta a esta realidade a Câmara Municipal de Gondomar e a “Tara Recuperavel.org”, movimento cívico de ação ambiental, vão promover nas praias fluviais do Concelho uma campanha de sensibilização que pretende mudar os hábitos dos fumadores.

A partir do dia 8 de julho de 2017, inicia-se a campanha de recolha de beatas nas praias. Para o efeito foram adquiridos e colocados 4500 cinzeiros reutilizáveis nas praias designadas do Município: Melres, Lomba e Zebreiros.

Os nadadores salvadores e os concessionários dos bares serão os responsáveis pela reposição de cinzeiros nas estruturas, mas para esta tarefa é indispensável o contributo e adesão, não só dos fumadores, mas de TODOS para informar, sensibilizar e incentivar as boas práticas ambientais.

Ao utente fumador solicita-se que leve um cinzeiro para o areal e devolva-o à saída, despejando as beatas no respetivo contentor.

No final da época balnear será possível contabilizar quantos quilos de beatas impedimos de poluir o ambiente. Cada beata de cigarro contamina até 6 litros de água e demora entre 10 a 12 anos a desfazer-se e nunca se decompõe na totalidade. A beata de hoje não é biodegradável!

O objetivo desta campanha é sensibilizar os fumadores para não atirarem beatas para o chão, colocando-as no contentor apropriado, como fazem com os restantes resíduos.

Seja um fumador ecologicamente responsável, coloque a sua beata no lixo!

Publicado em Beatas de cigarro, Divulgação, Resíduos | Publicar um comentário