Guia MARLISCO para reduzir o Lixo Marinho – Práticas que visam as beatas

Este guia é para ti e é para todos nós!

Este guia consiste num dos resultados do projecto europeu MARLISCO, e destina-se a todos os que procuram soluções que possam implementar para ajudar a minimizar o problema do lixo marinho.

Este guia consiste numa compilação de boas práticas para a redução do lixo marinho,  resultado da análise de mais de 70 práticas registadas por toda a Europa, a qual mostrou que estas podem ser agrupadas em 14 categorias. Cada  uma  destas categorias é representada por  iniciativas com características específicas e frequentemente  inovadoras e são as seguintes:

  1. Práticas que visam os plásticos
  2. Instrumentos económicos e de mercado
  3. Políticas e regulamentos para minimizar o lixo marinho
  4. Resíduos dos rios
  5. Lixo flutuante
  6. Lixo nos fundos marinhos
  7. Resíduos de navios
  8. Práticas que visam as beatas de cigarro
  9. Limpezas de praia
  10. Ações com escolas
  11. Abordagens integradas para o problema do lixo  marinho
  12. Sensibilização
  13. Promoção da responsabilidade social
  14. Outros tipos de práticas

Neste artigo incidiremos na categoria 8, práticas que visam as beatas de cigarro, mas não deixem de ser curiosos e consultem o Guia completo, disponível para download em diversas línguas, o qual consiste num manual precioso para todos nós, apresentando exemplos de sucesso e que podem servir de inspiração para todos aqueles que pretendem desenvolver acções locais,  e tornarem-se agentes de mudança neste problema ambiental que é de todos nós.

A solução depende de cada um de nós, seja a partir da mudança pessoal, seja no envolver outros nessa mudança que precisa urgentemente de ser colectiva.

Práticas que visam as beatas de cigarro

Imagem1-artigo guia beatas

As Beatas de Cigarro são omnipresentes nas praias. Provas não publicadas e pesquisas de campo sugerem que as beatas de cigarro estão entre os itens de lixo mais encontrado nas praias europeias e especialmente nas praias do Mediterrâneo. Por exemplo durante uma limpeza de praia de um extensão de 200m realizada pela ONG AKTI no Chipre, quase 90% (em número) do lixo marinho recolhido eram beatas de cigarro (www.org.cy, 2012).

A) Sou fumador. O que posso fazer?

  • Não atire beatas para o chão. Use os contentores adequados.
  • Não atire as suas beatas pela janela do seu carro. É muito provável que acabem no mar!
  • Quando estiver na praia, não deixe as suas beatas na areia. Se não existirem cinzeiros perto, use uma lata de bebida vazia para depositar as suas beatas. É melhor andar sempre com um cinzeiro portátil, há muitos disponíveis no mercado actualmente. Pode ainda, apoiar o movimento voluntário Portugal sem Beatas e adquirir na sua shoponline porta-beatas, cujo valor  reverte para apoio à causa e a acções de sensibilização.

B) Enquanto negócio costeiro, o que posso fazer?

  • Os cinzeiros devem fazer parte do serviço que fornece, mas tente evitar cinzeiros descartáveis de utilização única (tal como os cinzeiros feitos de cartão)
  • Assegure-se que esvazia regularmente os seus cinzeiros para evitar que transbordem.

Todos os negócios costeiros devem agir desta forma, especialmente os snack-bares e os fornecedores de esteiras/guarda-sóis.

C) E se for uma autoridade local?

  • Assegure-se de que os cinzeiros estão disponíveis, particularmente em áreas populares para passeios (parques, passeios públicos, etc.) Um grande número de beatas é atirado ao chão por pessoas que estão de passagem.
  • Assegure-se de que esvazia regularmente os seus cinzeiros para evitar que transbordem.
  • Se estas opções não funcionarem, deve tomar medidas mais restritivas, tais como penalizações para evitar a eliminação inadequada.

D) Enquanto organização da sociedade civil, o que posso fazer?

  • Sensibilize para o problema da poluição por beatas de cigarro quer em áreas costeiras, quer em áreas do interior. Abaixo deixamos em exemplo 2 acções, mas muitas têm acontecido, basta pesquisarmos um pouco sobre o assunto e certamente chegaremos a mais e mais.

Um exemplo de sucesso: Sensibilização sobre Poluição por Beatas de Cigarro

O capítulo de La Rochelle da Surfrider Foundation Europa concentrou-se, em 2013, na Sensibilização sobre poluição por beatas junto do público em geral e mais especificamente junto de estudantes no campus da Universidade de La Rochelle, onde se iniciou uma parceria com um grupo de estudantes do IUT La Rochelle. Foram explicadas as consequências de atirar beatas de cigarros para o chão e foi entregue uma mensagem simples: cada ação realizada por cada pessoa conta! Foi também distribuído o “Ecobox”, um pequeno cinzeiro que pode ser guardado no bolso, de forma a oferecer aos fumadores uma solução para mudar o seu comportamento.

Resultados: Esta iniciativa tem sido moderadamente bem-sucedida. As pessoas tornam-se mais conscientes da poluição e consequentemente mais dispostas a mudar o seu comportamento.

Exemplo de uma Campanha de Acção e Sensibilização a decorrer em Portugal

https://tararecuperavel.org/2015/07/20/juntos-por-um-mar-sem-beatas/

Imagem6_perfil.por

Um convite à acção voluntária de cada um de nós,  um simples gesto de imprimir e afixar um cartaz de sensibilização.

E que nos sirva de inspiração e incentivo à acção:

Nunca saberemos os resultados

E um bem haja especial a todos os que já estão a agir, e a todos os que irão agir!

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Activismo ambiental, Beatas de cigarro, Divulgação, Lixo marinho, Resíduos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s