A Arte em defesa do Ambiente

A Arte é um estado de evolução humana. Uma actividade humana quando elevada a um determinado nível passa a arte. A Arte tem a função de conduzir a Humanidade para o seu próximo estágio de evolução e os artistas têm esta capacidade. Perdão, este dever.

O Ambiente precisa que a Humanidade evolua. Para que não o destrua…para que não se auto-destrua. A Arte tem o poder de mostrar o caminho à Humanidade. De alertar, de consciencializar, de educar.

Desde 2010 que o projecto Save The Beach recolhe lixo das praias europeias e cria obras de arte. Em Madrid, foi construído um hotel com 5 quartos a partir de 12 toneladas de lixo recolhidas de praias europeias. Este hotel foi desenhado pelo artista alemão HA Schult. Por ocasião da conferência das Nações Unidas acerca de desenvolvimento sustentável, foi construído um peixe gigante com garrafas de plástico usadas. Mas a arte ambientalista manifesta-se também através de pequenas obras. Na secção Bottle Sculptures do site Waymarking.com, podemos encontrar e anunciar obras de arte espalhadas pelo mundo feita com garrafas usadas.

E em Portugal? Porque não juntar todas as garrafas que poluem as ruas do Bairro Alto em Lisboa e fazer uma escultura em pleno Largo de Camões? Para que todos saibam que moram pessoas no Bairro Alto, que o Bairro Alto não é uma lixeira, que as garrafas e latas de bebidas são um problema grave para o ambiente.

E que este problema tem solução.

Eu não sou artista. Talvez ambientalista, activista ou cientista. Mas nunca cheguei a artista. Eu iniciei o movimento cívico TaraRecuperavel.org para reduzir a poluição causada por garrafas e latas. Numa frase, a ideia-chave é que se as garrafas e latas vazias pudessem ser trocadas por dinheiro não acabariam no chão das nossas ruas, praias ou florestas. Em 23 países do mundo já é assim e funciona.

Porque não adoptar esta solução para Portugal?

Eu comecei sozinho este movimento em Maio de 2012. Hoje somos um grupo composto por mais de 3 000 pessoas. Algumas são artistas que contribuem através de fotografias, vídeos ou textos. Mas ainda não somos suficientes e precisamos do apoio de todos para apresentar já o nosso movimento ao Primeiro Ministro.

Precisamos de fazer ouvir a nossa voz mais alto. Precisamos de mais acção, de mais criatividade. Precisamos de Arte!

Precisamos dos artistas para salvar o Ambiente!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto: Daniel Gomes, Fotografia: Vitor Loureiro e Daniel Gomes

Artigo original publicado na revista AKN-online, nº3, página 15, Setembro de 2012.

Anúncios

Sobre Daniel Gomes

Sou surfista, mergulhador, pai, activista ambiental e cientista.
Esta entrada foi publicada em Divulgação com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s