Tara Recuperável a funcionar na Noruega: o testemunho de um português

Olá, após um post aqui na página da “Tara Recuperável” foi me pedido para escrever um pouco de Como tem sido a minha experiência aqui na Noruega em relação a garrafas de tara recuperável.

Fazendo um resumo sobre mim, desde a muito tempo que faço reciclagem e já o fazia a muito tempo em Portugal mesmo ainda sem haver eco pontos já levava principalmente o papel a um deposito que existia ao pé de minha casa na Boa-Hora(Lisboa).

Aqui na Noruega continuo a reciclar, não só as garrafas mas Como todo o lixo. Devo dizer que eles não estavam tão avançados como nós mas vão agora em grande velocidade. Temos sacos do lixo grátis nos supermercados para por o lixo orgânico e azul para o plástico, o resto do lixo vai nos noutros sacos. Têm depois a parte um contentor só para papel.

Agora o mais importante aqui para a vossa pagina é as taras recuperáveis. Divido em 4 fases e a montagem que fiz está dividida de forma a poder explicar como funciona:

1º As 5 kr que podem ver ai nesse papel corresponde a 2 garrafas de 1,5l dá mais ao menos 65 cêntimos €(Têm na foto 2 o preço do custo de cada uma delas). E é o que o eu considero mais importante para se fazer aqui reciclagem. Não só como eu faço que as levo de volta ao supermecado, como depois uma segunda vaga, tudo quanto é pessoas que trabalham na limpeza em Hotéis ou escritórios fazem essa escolha e vão entregar nos Pontos de recolha(supermecados, podem ver a máquina na foto 3). Vem também a 3 fase que são as pessoas que andam de caixote em caixote do lixo a procura de garrafas(andam tanto na rua como dentro dos transportes públicos). Depois por fim têm a própria selecção dos serviços da Câmara de Oslo. De qualquer forma penso que a reciclagem deve andar nos 90% seguramente. A ultima foto é a maquina que eu comprei para fazer as minhas próprias bebidas com gás.Basta encher a garrafa com agua e por o gás lá dentro, com isto tenho algumas poupanças e benefícios:

1º Aqui as bebidas são caras, e como não tenho carro, poupo nas bebidas e nas costas. também não tenho de ir novamente ao supermercado com elas. Também não estou a contribuir para haverem mais garrafas pet a serem feitas.

2º Contra e em jeito de brincadeira acabo por beber mais bebidas com gás, pois é só encher e já está, depois com a mesma garrafa eu posso Fazer Coca-Cola e a minha mulher Fazer um sumo com gás de framboesa(podem ver a garrafa que diz Nora) ou outro sabor qualquer.

Em resumo é sempre difícil pedir as pessoas para reciclarem sem dar nada em troca o ser humano é preguiçoso, por isso acho como aqui em Oslo funciona este sistema é de longe mais vantajoso do que se faz em Portugal através do ponto verde. Tentem fazer algum tipo de pressão junto do governo nesse aspecto. Mais ou menos em 1996 havia umas maquinas de reciclagem para latas no centro comercial da amadora que davam uns prémios, via miúdos com os pais a levarem lá as latas, pode também ser uma medida.

Fluxo do modelo de Tara Recuperável na Noruega

Fluxo do modelo de Tara Recuperável na Noruega

Fernando Antunes
português residente na Noruega

Anúncios

Sobre Daniel Gomes

Sou surfista, mergulhador, pai, activista ambiental e cientista.
Esta entrada foi publicada em Divulgação com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s